Skip to content
Tags

“os seus dias serão cento e vinte anos”

25 de março de 2010

Em Gênesis 11:10-27, percebi uma coisa interessante, na listagem de descendentes de Sem que é feita, a cada nova geração os pais foram tendo seus filhos cada vez mais cedo e vivendo cada vez menos. Isto não é percebido somente neste trecho, já havia percebido este “declinio” no capítulo 5.

Antes de se aprofundar na árvore genealógica vale uma ressalva. O plano de Deus era que o homem, sua criação, obra prima feito sua imagem e semelhança, era para viver eternamente, mesmo aqui na Terra. Mas depois que o homem desobedeceu a ordem dada e comeu do fruto do conhecimento do bem e do mal não pôde mais comer do fruto da árvore da vida eterna, e foi expulso do jardim do Éden.

Veja que cada árvore frutífera colocada no jardim tinha um propósito, um fruto era para a vida eterna, outro para se conhecer o bem e o mal e outras que serviam para saciar a fome (Gn 2: 8-9).

O grande EU SOU já havia alertado para o perigo de se comer do fruto do conhecimento (Gn 2: 16-17) mas o casal não deram ouvidos, de certo acharam que ao comer deste fruto morreriam instantâneamente, como quem come algo venenoso, mas estavam enganados, a morte era lenta e demorada.

Anúncios

From → Estudos Biblicos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: